O portal Sapo (Serviço de Apontadores Portugueses) nasceu em 1995, numa iniciativa da Universidade de Aveiro, e rapidamente se transformou no principal portal português de internet. Nos anos 90, a internet era ainda incipiente e a indústria era formada por portais generalistas, multitemáticos, como o Yahoo, que reproduziam o formato dos jornais clássicos mas já antecipavam novas tendências, trazidas precisamente pelos desenvolvimentos em torno da computação e da World Wide Web. O Sapo rapidamente ocupou o seu lugar enquanto marca de referência na internet portuguesa. E tanto assim que, embora perdendo o “monopólio” da internet, se mantém consideravelmente relevante na web portuguesa atual.

Esse sucesso deve-se em parte aos imensos sub-portais (organizados como subdomínios) que lhe dão conteúdo valioso. Na área da informação sobre tecnologia, o Sapo dispõe, não de um, mas de quatro dos mais interessantes sites portugueses nesta área.

Tek

O Tek é o canal de tecnologia do Sapo, propriamente dito. É possível encontrar notícias, artigos de opinião e vídeos sobre os mais variados tópicos relacionados com o tema. Vejamos alguns exemplos:

  • Tecnologias de reconhecimento facial
  • Jogos de vídeo e gaming
  • Apps e desenvolvimentos para smartphones
  • Lançamentos de novos modelos de hardware (computadores, telemóveis, etc.)

Pplware

O portal Pplware nasceu como um blog, Peopleware, em 2005. A palavra refere-se precisamente ao utilizador humano, a pessoa que faz a necessária ligação entre o equipamento informático e o programa. Além de portal informativo, o Pplware é também uma empresa de consultoria nesta área, prestando serviços de web design, marketing para a internet e outros temas relacionados. É também, tal como o Tek, um subdomínio do Sapo.

Exame Informática

Versando essencialmente os mesmos temas, a Exame Informática também está “alojada” no Sapo, numa parceria com a revista Visão.

Shifter

Fundado em 2013, o Shifter também está integrado no menu “Tecnologia” do Sapo, embora este não seja o único assunto abordado nas suas páginas, onde pontificam também temas de política, ciência, cidadania e outros.