O Financial Times é um jornal britânico, de grande alcance internacional, considerado como uma referência em termos de assuntos económicos e financeiros. Não obstante, aborda também temas de política internacional e, lateralmente, de cultura, com grande sentido de abertura. A sua orientação política é marcadamente pró-negócios e a favor do livre mercado, sendo portanto crítico de correntes e movimentos marxistas e cético relativamente a movimentos anti-globalização. Fundado em 1888, foi adquirido em 2015 pela empresa japonesa Nikkei, Inc.

Orientações específicas

Em décadas recentes, as posições do Financial Times levaram-no a tomar partido em favor de posições políticas pró-União Europeia, sendo esta instituição uma guardiã do bloco jurídico e político que conserva a liberdade dos mercados a nível internacional. Esta orientação acentuou-se a partir do referendo que aprovou a saída do Reino Unido da União Europeia, a 23 de junho de 2016. Desde então, o Financial Times situou-se definitivamente do lado da chamada imprensa “remainer”, favorável à permanência do Reino Unido na União.

Em todo o caso, o estilo editorial do Financial Times reflete uma tradição de imparcialidade e neutralidade, tanto nos headlines (raramente sensacionalistas) como na linguagem utilizada em cada artigo. A forma de tratamento padronizada (tratando todos os homens por “Mr” e todas as mulheres por Ms”, independentemente da sua posição, responsabilidade ou orientação política), é um dos traços desse estilo muito “British” do Financial Times.

How to Spend It

Além da economia e da política, o FT (a sigla de “Financial Times”, pela qual também é conhecido) também aborda temas de “fim de semana”: bens de luxo, viagens, turismo e prazeres em geral, desde os automóveis aos vinhos. A escançã Jancis Robinson, há longos anos colaboradora do jornal (e uma das profissionais de maior prestígio na sua área e no Reino Unido, sendo colaboradora da adega da rainha), é uma fã assumida dos vinhos portugueses e do Vinho do Porto. O suplemento é o “How to Spend It” (literalmente, “Como Gastá-lo”).